sexta-feira, outubro 29, 2004

Decisões secas e irreversíveis

Esta é a nova filosofia de vida que resolvi testar, começando a partir deste exato momento. Uma das vantagens da adoção de DSIs é que uma vez tomada a decisão, independente se foi a mais acertada, vc não precisa mais ficar pesando todos os pros e contras e pode alocar memória e tempo para outras coisas, a idéia é ir botando pontos finais de modo a te ajudar a caminhar para frente objetivamente.

Um exemplo:

As 17:20 aproximadamente, recebi um email de um grande amigo me convidando para uma festa em São Paulo hoje. O velho Fabricio certamente agiria da seguinte forma:

1- Vai no site da empresa cruz e verifica qual o último onibus que potencialmente chegaria num horário máximo tolerável para poder estar presente na festa. Que neste caso em específico, seria o das 19:40, que chegaria lá perto da meia noite.

2- Fica se desgastando com avaliações de custo/benefício, até as 19 horas, quando sensatamente toma a decisão coerente e logicamente acertada de não ir.

3- 19:20 manda tudo para a merda, e sai correndo para rodoviária, só com a roupa do corpo.

O novo Fabricio, que adota a filosofia de vida baseada nas DSIs, age da seguinte forma:

1- Já as 17:30 sabe que a decisão mais racional é a de não ir, sabe que vai sofrer algumas perdas por ter tomado esta decisão, respira fundo, lembra a imagem do pai Zuardi dizendo ao pequeno fabricio ajoelhado num tanque de areia qualquer na decada de 80, "meu filho, quem tudo quer, nada tem", bate com a mao fechada na mesa do computador enquanto faz uma efeito sonoro de Bum(da propaganda da Philco), e grita: Neext!

2- Nao existe 2, nem 3, nem 4, a partir deste momento o assunto "viagem à São Paulo" se encerrou e não voltará mais a cabeça do novo Fabricio, que acaba de ganhar assim, numa sentada, mais de uma hora, fora a tranquilidade de não ter que ficar especulando diferentes possíveis cenários, traçando planos e etc.


PS: É claro que o novo Fabricio gastou um bom tempo escrevendo este post inútil, e até se deu ao trabalho de fazer a checagem dos horarios de ônibus que o Fabricio antigo faria, apesar de que com fins meramente ilustrativos, mas é por uma boa causa, e documentar decisões finais faz parte do método também...

2 comentários:

Alessandro Marques disse...

Pô cara, esse negócio de DSI quase causou-me um tremendo mal:
http://freeparticle.blogspot.com/2004/11/boing-bum-tchak-peng.html

Fabricio disse...

Ainda bem que deu tudo certo Alessandro, eu nao conseguiria dormir tranquilo se soubesse que vc perdeu o kraftwerk por minha culpa :)