quarta-feira, março 19, 2008

No futuro seguiremos cenouras

O Tiago Doria recentemente escreveu um post intitulado "No futuro, seguiremos pessoas e não apenas blogs".

Apesar do titulo infeliz (explico mais tarde, mas basicamente: blogs são pessoas, pombas!), o post fala sobre sites de "lifestreaming" e da uma geral nestes servicos que nada mais sao do que agregadores de RSS, sites que juntam seus updates de diversos sites diferentes (fotos, videos, bookmarks, status uplades, blog posts, audio posts, etc) em um só rss bitelo, que teria algum valor p/ alguem em teoria. Eu ia deixar um comment lá, mas como acabou ficando grande posto aqui o reply:

Quem segue site é crawler, p/ mim blogs nunca deixaram de ser sites pessoais, a ideia de oferecer a quem gera estes rastros a opcao de agregar todos seus diferentes 'logs' (blog, videoblog, statuslog, fotolog, bookmark-log, etc...) num só feed a meu ver parece besteira, e explico o porque.

Na minha cabeça quem tem que juntar os rastros de interesse é quem recebe a informação, nao quem envia... é claro que vc pode escolher um site para ser o local onde vc da as referencias de todas as suas facetas na web, como quem linka o flickr, delicious e bloglines na sidebar do blog por exemplo. Mas dai a ja misturar pro cara no mesmo pratao arroz, feijao morango e doce de leite sem saber se quem vai consumir 'aguenta' me parece um tanto exagerado.

Eu por exemplo sigo o twitter de pouquissimas pessoas e ao mesmo tempo assino o blog de centenas, pois o volume de informacao de cada conta do twitter e frequencia de atualizacões irrelevantes sao normalmente altos (o mesmo vale pro del.icio.us).

Quem recebe a informacao quer ter o controle granular de seguir apenas algumas partes da pessoa, e se o unico jeito de receber os blog posts bem escritos é pescá-lo no meio de um mar de twitadas e bookmarkeadas sem fim, gente como eu perde o interesse.

Por exemplo, quem gosta do Spielberg, pode querer seguir os filmes dele, mas nao dar a minima sobre saber onde ele passou as ferias, o que almocou, quando peidou. Quem gosta do som do Flaming Lips pode querer distancia dos discursos politicos meia boca do vocalista e ainda assim seguir a sequencia de obras dos caras. Quando eu comprei uma camera e comecei a publicar videos inúteis na web, fiz dois posts a respeito aqui e depois joguei o link para quem se interessasse assinar e voltei a programacao normal daqui, o fato de alguem querer ler as besteiras que escrevo nao implica em querer ver fotos das minhas ferias ou videos autistas que faço como hobby, portanto eu nao os misturo previamente para ninguem.

É claro que minha mãe, ou alguem proximo pode de fato querer me seguir/monitorar por todos os lados pois ela, acredito eu, se interessa pelo que faço, e nesta internet maluca sem porteira eu nao me surpreenderia se houvesse mais uns 2 ou 3 gatos pingados que quisessem "seguir a minha pessoa" no modo pacotão tb, o que eu questiono é se estes servicos sao de fato uteis ou apenas mais um massageador de egos para gordinhos :)

Dito isto, anuncio que estou usando o tumblr como ferramenta de blog(para meu blog em ingles, mas sem a mistureba de feeds), acho bacana, já o socialthing eu nao fui com a cara, o site tem aquele anti-pattern irritante de pedir password de outros servicos... nem testei direito, estou fora :]

6 comentários:

Demian disse...

Talvez, isso tenha algum valor no que diz respeito a sua reputação digital.

Fabricio disse...

eu consigo ver valor num planetplanet da vida por exemplo, ma ai nao se enquadra muito no "seguir pessoas" tb, seria algo mais pro lado de "seguir assuntos" ou "seguir projetos"

Marco Gomes disse...

Concordo com você, discordo do Dória.

Seguir pessoas É SACAL! Seus textos são ótimos, mas seus vídeos não me interessam nem um pouco. Assim como meus twitts podem ser interessantes pra 700 pessoas, mas meu blog só pra 600 :D

Tiago Dória disse...

Fala Fabricio!

Já existem formas de o leitor escolher o que quer receber. O próprio FriendFeed tem um filtro em "Options". Você pode escolher se quer receber somente fotos do Flickr ou textos do blog de uma pessoa, por exemplo.

Existe também uma outra opção em "friends settings/imaginary", que permite criar os seus próprios feeds.

A idéia não é nova. Com o próprio Yahoo! Pipes dava para fazer isso de juntar vários feeds. Mas acredito que essas ferramentas que estão sendo lançadas sejam opções mais "amigáveis" para quem não tem conhecimento na área.

Só não concordo com uma coisa. Blogs são pessoas? Nem sempre. Falo isso por essas redes de blogs grandes como a Gawker e a Sugar Inc.

Apesar de linguagem informal, quase pessoal, a sensação que tenho quando leio esses blogs é que estou seguindo a Sugar Inc., ou seja um veículo de comunicação e não uma pessoa.

Não é à toa que esses blogs mudam de redatores e editores constantemente e, às vezes, a gente nem percebe, porque ali é muito mais a voz de uma empresa de comunicação [pequena, mas que já conta com uma linha editorial mais ou menos definida] do que a de uma pessoa.

Abraços

Fabricio disse...

Sim, como ferramentas mais amigaveis p/ agregar os feeds eu concordo que estes novos servicos podem possuir algo de novo/semi-util. Mas sou meio anti ferramentas feitas para dummies, no meu pequeno mundo o ideal seriam as pessoas se darem bem com rss naturalmente, mas se um passo intermediario ajudar a chegar la, talvez ok tb...

Ja sobre o assunto de blog ser ou nao a pessoa a quem se segue, concordo que existam as excessoes, como sites que sao de noticias em forma de blog, ou sobre um tema com varios colaboradores, ou similares. Mas a grande massa e o maior responsavel pelo alastramento do formato foi e ainda sao os blogs pessoais, acho que meu ponto é: o termo blog ainda é sinonimo de site pessoal, e quando deixar de ser os meus blogs serao chamados de outra coisa, mas quem os segue continuarao a estar seguindo a pessoa Fabricio Zuardi.

E sem querer prolongar a linha das picuinhas semanticas, alguem pode argumentar que flickr é blog, e que twitter tb é, e que o tumblr ou o friendfeed tb sao, e se no futuro as pessoas seguirem outros através destes sistemas, ainda estarao seguindo blogs... *de* pessoas :)

fenix disse...

interessante